Creditares fomenta ”Agro Bankers” para facilitar empréstimo.

Agro Banker facilitando empréstimo - Valor Econômico

Creditares fomenta ‘Agro Bankers’ para facilitar empréstimos.

Desde o ano passado, a empresa já aprovou R$ 150 milhões em operações de crédito para o campo.

A agtech Creditares tem apostado no compartilhamento de informações promovido pelo open banking para ampliar as fontes de financiamento aos produtores rurais no país. Desde o ano passado, a empresa já aprovou R$ 150 milhões em operações de crédito para o campo.

Desde o início do ano, a Creditares começou a treinar os chamados “Agro Bankers”, profissionais que atuam nos mais diversos ramos com interface com o setor agropecuário, para atuar no mercado financeiro do agronegócio. A partir daí, eles passam a ter acesso à plataforma tecnológica Agro Open Bank, desenvolvida pela fintech, e podem oferecer novas formas de crédito rural.

Os Agro Bankers são escritórios de investimentos, projetistas de crédito, consultores agropecuários, contadores, advogados, representantes técnicos de vendas, autônomos e demais agentes do mercado. Na plataforma, eles acessam linhas de custeio, investimento, comercialização e estocagem de mais de 20 instituições financeiras, além de operações de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAS), Fundos de Investimentos nas Cadeias do Agronegócio (Fiagros) e opções em dólar
para oferecer aos seus clientes.

Já são mais de 20 Agro Bankers especializados, disse José Corral, CEO da Creditares. A expectativa é encerrar o ano com mais de 100. A cada negociação concretizada, esses profissionais são remunerados. “O Agro Banker tem à disposição a funcionalidade da plataforma, que faz toda análise de risco de crédito do produtor, o que entrega transparência, previsibilidade e segurança a quem busca financiamento, a quem fornece e a quem conecta ambos”, disse.

Corral diz que o formato de open banking, aprovado pelo Banco Central, é uma evolução para o agronegócio, pois o compartilhamento de informações encurta a jornada de captação e melhora a qualidade das informações necessárias para a boa análise de risco de crédito.

Além das informações financeiras, diz, a análise requer compreensão sobre o perfil de gestão e da governança do negócio, bem como dos indicadores agronômicos e zootécnicos e do compliance fundiário e socioambiental do produtor rural

A Creditares busca capturar, analisar e validar os dados da atividade agrícola para quem libera os recursos, dentro das regras da Lei Geral de Proteção de Dados e seguindo normas de segurança das informações. “O grande vilão do crédito no agro é a assimetria de informações que faz com que os agentes financeiros não consigam avaliar bem o risco do tomador”, afirmou.

Matéria publicada no Valor em 07/03/2023

Compartilhar:

Mais artigos

Conheça 10 serviços de crédito rural essenciais para impulsionar o agronegócio, facilitados pela Creditares para produtores rurais brasileiros.

10 Serviços de Crédito Rural

Guia Completo: Crédito Rural com a Creditares As linhas de crédito são recursos disponibilizados por instituições financeiras para pessoas físicas ou empresas, na forma de

Explore as estratégias cruciais para gerenciar riscos no agronegócio, protegendo os negócios contra incertezas e maximizando oportunidades.

Gestão de Riscos no Agronegócio

Estratégias e Tecnologia na Gestão de Riscos do Agronegócio Introdução: No cenário do agronegócio, a gestão de riscos é uma peça-chave porque ajuda a garantir