Ministério da Economia ressalta que é importante fortalecer financiamento privado, já que modelo oficial de crédito rural mostra sinais evidentes de esgotamento

*Por Conteúdo Creditares

Nos primeiros nove meses da safra 2020/21, o aumento na utilização de recursos provenientes de fontes não controladas subiu 32% em relação a igual período do ciclo anterior, principalmente os originários da emissão de Letras de Crédito do Agronegócio – LCAs (30%) e os recursos livres (78%).

Os dados são do Balanço de Financiamento Agropecuário da Safra 2020/21, divulgado nesta quarta-feira (07), pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os números, uma vez mais, destacam o aumento do interesse dos produtores rurais por fontes de recursos no mercado privado.

Tendência é que modelo oficial de crédito rural não mais se sustente

Crédito rural

Endossando esta nova agenda, o subsecretário de Política Agrícola e Negócios Ambientais do Ministério da Economia, Rogério Boueri, disse, em recente webinar do Instituto Brasileiro de Direito do Agronegócio (IBDA), que é importante fortalecer o financiamento privado porque, apesar do sucesso do sistema oficial de crédito rural, há sinais de esgotamento e, no longo prazo, este formato não irá mais se sustentar.

Também participante do evento on-line, o vice-presidente de Agronegócios e Governo do Banco do Brasil, João Rabelo Júnior, corroborou a avaliação de Boueri, citando dados, os quais confirmam que o financiamento oficial não é mais suficiente.

Para a temporada corrente, ressaltou Rabelo Júnior, seriam necessários R$ 320 bilhões para financiar 75 milhões de hectares. “Todavia, estão disponíveis R$ 110 bilhões, por meio da poupança, depósito à vista e LCA, sendo o Banco do Brasil, responsável por metade desse valor. Ou seja, R$ 220 bilhões estão fora desse processo.”


*Não espere o novo Plano Safra! Antecipe-se e garanta mais e melhor crédito a taxas promocionais reduzidas!

>> A agenda do crédito rural está mudando. Quer saber das novas oportunidades de financiamento agrícola? Fale com o time de especialistas da Creditares e tenha acesso a novas fontes de recursos, tornando o seu negócio agro elegível para este novo mercado.

*QUERO SABER MAIS SOBRE O NOVO CRÉDITO RURAL!


:: Notícias relacionadas:

Ferramentas digitais entregam mais e melhor crédito para o produtor


Crédito rural: Agrofintechs têm grande potencial para financiar o produtor, diz CNA


Crédito rural: produtor, você está atrasado no planejamento da safra 2021/22?

Crédito rural: produtores e produtoras rurais: a trilha para acessar mais e melhor crédito


Crédito rural: próximo Plano Safra vai esbarrar no ajuste fiscal


Crédito rural: Ministério da Agricultura vê como avanço expansão da política de diversificação das fontes de financiamento para o agro


Crédito rural: Demanda do agronegócio é superior ao que é ofertado pelas fontes oficiais, diz CNA


Crédito rural para custeio antecipado beneficia planejamento do produtor

Crédito rural: Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) avançam no custeio da produção


CNA discute prioridades na política agrícola em 2021

Agenda de financiamento do agro é cada vez mais vinculada à captação no mercado privado