Demanda do agronegócio é superior à oferta de fontes oficiais

Saiba como o mercado privado está atendendo ao financiamento agrícola

*Por Conteúdo Creditares

O CRÉDITO RURAL MUDOU.

Os recursos oficiais, subsidiados pelo governo, são parte cada vez menor do total de crédito rural, sendo gradativamente substituídos pelo financiamento do mercado privado. E isso não é ruim… São novas fontes, que despontam como oportunidade de captação para produtores e produtoras rurais, atraindo cada vez mais investimentos e capital – inclusive internacional – com condições diferenciadas.

Cálculo da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), encaminhado ao Ministério da Agricultura, estima a necessidade de crédito para financiar, de modo adequado, o agronegócio de aproximadamente R$ 900 bilhões. Contudo, os volumes ofertados tanto no Plano Safra vigente, bem como propostos para o novo ciclo estão muito aquém deste montante.

Nova agenda de financiamento agrícola é extremamente positiva, porque tem o potencial de oferecer, simultaneamente, mais e melhor crédito aos produtores, com taxas de juros competitivas e maior agilidade na contratação

Crédito rural

Para continuar a trajetória de crescimento sustentável, assegurando o abastecimento interno, bem como gerando excedentes exportáveis, o agronegócio brasileiro terá que, necessariamente, ampliar e diversificar as fontes de financiamento”, explica José Octávio V. Corral, CEO da CREDITARES, plataforma on-line de crédito rural, que conecta produtores e produtoras rurais a fontes de recursos do mercado privado, com destaque para bancos, fundos de investimento nacionais e internacionais, entre outros agentes financeiros.

“Além de inevitável, esta nova agenda é extremamente positiva, porque tem o potencial de oferecer, simultaneamente, mais e melhor crédito aos produtores, com taxas de juros competitivas e maior agilidade na contratação.” Entretanto, o executivo ressalva que o acesso a este cenário de mais e melhor crédito por meio de recursos livres, requer dos produtores rurais um mínimo de planejamento financeiro e de gestão.

“Para uma boa safra, primeiro você prepara a terra, faz análise de solo, pesquisa melhores variedades, consulta seu agrônomo(a), planeja e se organiza. Em seguida, você cota os insumos, maquinário, entre outros itens, pois você já sabe do que precisa para a melhor tomada de decisão. O mesmo raciocínio precisa ser adotado para captação de crédito bom, barato e na medida certa. Levantar os principais números do negócio [histórico, endividamento, investimentos, receitas, custos] para, em seguida, acionar os agentes financeiros na busca pelas melhores opções. E é isso que a CREDITARES faz para o produtor sem que ele precise sair da fazenda!”

Como funciona?!

De maneira segura, ágil e confiável, a CREDITARES faz o diagnóstico financeiro completo do seu negócio rural e apresenta diversas opções de financiamento. Com a inserção de informações básicas, a plataforma gera automaticamente um dossiê financeiro do seu negócio, que será a base de análise para que mais de dez bancos e fundos parceiros encaminhem propostas de crédito personalizadas.

Com o diagnóstico financeiro em mãos e as propostas na mesa, um consultor da CREDITARES entra em contato para assessorar o cliente na contratação da(s) melhor(es) opçõe(s). “A verdade é que o acesso a recursos livres de mercado é o caminho mais viável e certeiro para expansão sustentável dos negócios agrícolas”, conclui Corral.


*Não espere o novo Plano Safra! Antecipe-se e garanta mais e melhor crédito a taxas promocionais reduzidas!

>> A agenda do crédito rural está mudando. Quer saber das novas oportunidades de financiamento agrícola? Fale com o time de especialistas da Creditares e tenha acesso a novas fontes de recursos, tornando o seu negócio agro elegível para este novo mercado.

*Quero saber mais sobre o novo crédito rural.

:: Notícias relacionadas:

Crédito rural: próximo Plano Safra vai esbarrar no ajuste fiscal


Crédito rural: Ministério da Agricultura vê como avanço expansão da política de diversificação das fontes de financiamento para o agro


Crédito rural: Demanda do agronegócio é superior ao que é ofertado pelas fontes oficiais, diz CNA


Crédito rural para custeio antecipado beneficia planejamento do produtor

Crédito rural: Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) avançam no custeio da produção


CNA discute prioridades na política agrícola em 2021

Agenda de financiamento do agro é cada vez mais vinculada à captação no mercado privado