Índice de Cobertura: Guia para o Produtor Rural calcular o serviço da dívida

Índice de Cobertura Guia para o Produtor Rural calcular o serviço da dívida

Tópicos relevantes sobre Índice de Cobertura

No terceiro vídeo da nossa série de educação financeira para o produtor rural, o cofundador e diretor operacional da Creditares, Daniel Latorraca, explica o que é o “Índice de cobertura do serviço da dívida”.

Este indicador mede o quanto que o produtor rural tem comprometido do resultado do seu EBITDA com pagamentos de juros de custeio e das parcelas vinculadas a investimentos, considerando o período de uma safra.

Introdução

Produtores e produtoras rurais vamos explorar

um conceito crucial na gestão financeira do agronegócio: o Índice de Cobertura do Serviço da Dívida. Este indicador é uma ferramenta poderosa que pode ajudar a entender o quão confortável está a sua situação financeira em relação ao pagamento de juros e custos de investimento dentro de uma mesma safra.

No mundo do agronegócio, a gestão eficaz das finanças é tão importante quanto a gestão da produção. Compreender os indicadores financeiros, como o Índice de Cobertura do Serviço da Dívida, é fundamental para garantir a sustentabilidade e o crescimento do seu negócio rural. Este índice é uma medida de quão facilmente um produtor rural pode pagar os juros e o principal de suas dívidas a partir de suas operações.

Neste artigo, baseado na websérie da Creditares, vamos mergulhar profundamente no conceito do Índice de Cobertura do Serviço da Dívida, como calculá-lo e por que ele é tão importante para a sua gestão financeira. Vamos desmistificar este indicador financeiro e mostrar como você pode usá-lo para melhorar a saúde financeira do seu negócio rural.

O que é o Índice de Cobertura do Serviço da Dívida

O índice de cobertura do serviço da dívida é um indicador que mede o quanto você compromete do seu resultado operacional no pagamento de juros e custos de investimento dentro de uma mesma safra. Para calcular esse índice, basta dividir o seu resultado operacional pela soma de juros totais do custeio mais as parcelas de investimento que você tem compromissado nessa safra. É importante destacar que só usamos o juros para as dívidas de custeio nesse cálculo porque o montante referente aos preços dos insumos já foi retirado no momento que você contabilizou os custos operacionais.

Como calcular o Índice de Cobertura do Serviço da Dívida

Para calcular o índice de cobertura do serviço da dívida, usamos a seguinte fórmula: resultado operacional (EBITDA) dividido pela soma dos juros totais do custeio mais as parcelas de investimento. É importante destacar que quando for fazer a conta do juro do custeio, deve-se somar a taxa de juros dos bancos com a diferença do preço à vista e a prazo que você paga no bar, por exemplo, na revenda a multinacional de químicos ou mesmo na trading.

Exemplo de cálculo do Índice de Cobertura do Serviço da Dívida

Usando os mesmos dados para safra 19 e 20 da Ana, que vocês já conheceram nos outros vídeos, nós temos que o EBITDA dela foi de R$ 2.628.1800, uma vez que recebeu R$ 99 milhões 388 mil e oitocentos reais de receita líquida e gastou seis bilhões setecentos e sessenta mil reais de custos e despesas operacionais.

Em relação à parte debaixo dessa fórmula, os valores dos juros total de custeio que ela pagou na safra 1920 foram de R$ 811 mil e duzentos reais, uma vez que ela financiou oitenta por cento do custeio desta safra a uma taxa de juros de quinze por cento. Além disso, ela teve parcelas de investimento de R$ 1.500.000.

Dessa forma, o índice de cobertura do serviço da dívida da Ana foi de 1,14. Isso significa que o resultado operacional dela é superior em 14% a todo o serviço da dívida que ela tem naquela safra. No entanto, o indicador ideal para o índice de cobertura do serviço da dívida é de 1,25, ou seja, o EBITDA deve superar em 25% o total do serviço da dívida para que a situação seja considerada confortável.

Conclusão

O índice de cobertura do serviço da dívida é um indicador importante que o banco analisa de maneira prioritária quando vai dar o crédito ao produtor rural, em especial quando é de longo prazo. Portanto, é importante que o produtor rural, que está se organizando e tem a gestão financeira e todos os dados à sua mão, possa fazer essas contas e traçar estratégias de melhorias para os próximos anos.

Este artigo foi baseado no vídeo “[Websérie Creditares] Passo 3 – Índice de Cobertura do Serviço da Dívida” do canal Creditares no YouTube. Para mais informações, assista ao vídeo completo abaixo.

Compartilhar:

Mais artigos

Conheça 10 serviços de crédito rural essenciais para impulsionar o agronegócio, facilitados pela Creditares para produtores rurais brasileiros.

10 Serviços de Crédito Rural

Guia Completo: Crédito Rural com a Creditares As linhas de crédito são recursos disponibilizados por instituições financeiras para pessoas físicas ou empresas, na forma de

Explore as estratégias cruciais para gerenciar riscos no agronegócio, protegendo os negócios contra incertezas e maximizando oportunidades.

Gestão de Riscos no Agronegócio

Estratégias e Tecnologia na Gestão de Riscos do Agronegócio Introdução: No cenário do agronegócio, a gestão de riscos é uma peça-chave porque ajuda a garantir