Suspensão do crédito rural subsidiado exige do produtor busca por novas fontes de financiamento

Mercado privado tem disponível modalidades, com taxas competitivas, prazos maiores, condições diferenciadas, sem destinação específica, onde o produtor pode utilizar o recurso captado seja para custeio ou investimento; Saiba mais

Mercado privado tem disponível modalidades, com taxas competitivas, prazos maiores, condições diferenciadas, sem destinação específica, onde o produtor pode utilizar o recurso captado seja para custeio ou investimento; Saiba mais

*Por Conteúdo Creditares

O governo federal suspendeu, inicialmente até 28 de fevereiro, as contratações de crédito rural nas linhas subsidiadas do Plano Safra 2021/22. De acordo com o Ministério da Economia, a alta da Selic foi fator decisivo para o esgotamento dos recursos destinados à equalização das taxas de juros para o patamar estipulado no plano.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fez o mesmo, suspendendo novos pedidos de financiamento e de contratações de operações de crédito para o ano agrícola 2021/22.

De acordo com o Ministério da Agricultura, do total de R$ 90,8 bilhões de recursos equalizáveis para a Safra 2021/22, o saldo disponível no final de janeiro de 2022 era de R$ 27,5 bilhões (30%) para todas as finalidades. Entretanto, as operações com esses recursos foram suspensas, devido à insuficiência de dotações orçamentárias para pagamentos de equalização de taxas de juros. Estima-se que seja necessária uma suplementação de R$ 3 bilhões para retomada da normalidade das operações.

A agenda do crédito rural está mudando. Quer saber das novas oportunidades de financiamento agrícola? Fale com o time de especialistas da Creditares e tenha acesso a novas fontes de recursos, tornando o seu negócio ele agro elegível para este novo mercado.

*QUERO SABER MAIS SOBRE O NOVO CRÉDITO RURAL!

Crédito Rural

Este quadro é apenas um recorte, que mostra a transformação da agenda do crédito rural, com diminuição gradual do suporte oficial, o que abre uma janela de oportunidades para que o produtor conheça e contrate novas modalidades de financiamento.

“O mercado privado tem disponível novas fontes, com taxas competitivas, prazos maiores, condições diferenciadas, sem destinação específica, onde o produtor pode utilizar o recurso captado seja para custeio ou investimento”, diz o CEO da CREDITARES, José Octávio Corral. “Na CREDITARES, por exemplo, temos mais de dez bancos, fundos de investimentos e agrofintechs, que mostram o dinamismo deste novo mercado de crédito rural.”

De acordo com o especialista, diante deste quadro recheado de volatilidade e incertezas, que naturalmente impacta câmbio, cotações das commodities, frete, preços dos insumos, entre outras tantas variáveis, o produtor precisa, de fato, começar a organizar o processo de tomada de crédito da mesma maneira como já se acostumou a fazer com outras tarefas, como, por exemplo, a compra de defensivos, fertilizantes, sementes.

“O produtor precisa passar a acompanhar de perto as modalidades de financiamento disponíveis no mercado, planejar como vai estruturar a captação dos recursos e sempre procurar fazer as operações de forma antecipada.”

Segundo José Corral, a competitividade, o retorno, a rentabilidade do negócio não está atrelada somente à relação de troca “preço de venda da produção” versus “gasto com insumos”. “Um preço de venda alto do seu produto muitas vezes encobre uma ineficiência operacional e financeira, inclusive do custo do dinheiro, do financiamento que foi feito. Logo, a gestão minuciosa da tomada de crédito é cada vez mais fator-chave e de relevância para o sucesso da atividade agrícola.”

Não corra atrás do dinheiro, faça com que o dinheiro venha até você. Nós da CREDITARES estamos prontos para guiá-lo e orientá-lo a tomar as melhores decisões nesta nova agenda do crédito rural.

>> A agenda do crédito rural está mudando. Quer saber das novas oportunidades de financiamento agrícola? Fale com o time de especialistas da Creditares e tenha acesso a novas fontes de recursos, tornando o seu negócio agro elegível para este novo mercado.

*QUERO SABER MAIS SOBRE O NOVO CRÉDITO RURAL!



:: Notícias relacionadas:

Nova alta da Selic encarece financiamentos agrícolas, mas existem alternativas


Programa de aceleração do Banco Central: Creditares é destaque no sumário de projetos finalistas


Crédito rural: captação de recursos em fontes com juros não controlados avança para 32% no seis primeiros meses da safra 2021/22


Safra 2022/23: Uma nova agenda para o crédito rural e gestão financeira no agro


O planejamento da safra 2022/23 começa já!


Creditares é uma vez mais destaque na mídia especializada do agro


Suspensão de modalidade de financiamento pelo BNDES, cobrança da Comissão de Agricultura por diversificação de recursos para o agro e firmeza da captação em fontes com juros não controlados expõem nova realidade do crédito rural

Produtor rural: prepare-se para acessar mais e melhor crédito



Crédito rural: Grupo Nexxees destaca potencial do investimento feito na CREDITARES



Crédito rural: Negociação do 1o. Fiagro na B3 consolida conexão do agro com mercado de capitais



Entrevista para o Agro+: Creditares orienta produtor a acessar mais e melhor crédito



Crédito rural: Captação de recursos em fontes com juros não controaldos cresce na safra 2021/22

Fiagro dá o arranque para ampliar fontes de crédito para o produtor rural


Creditares é destaque no Canal Rural


O que mais quebra um produtor rural?!

Remanejamento de recursos no Plano Safra evidencia necessidade de diversificação das fontes de crédito rural


Creditares recebe investimento para impulsionar modelo de open banking no crédito rural


Mercado privado tem apetite para financiar o produtor rural


Alta da Selic encarece financiamentos, inclusive agrícolas


B3 passa a negociar os Fundos de Investimentos do Agronegócio (Fiagro)


Saiba o que é o open banking


Comissão de Agricultura da Câmara destaca nova agenda de crédito para o agronegócio


Crédito rural: captação de recursos em fontes não controladas cresce 32% na safra 2020/21

Creditares completa um ano, alavancando mais de R$ 50 milhões em crédito para o agronegócio


Reajuste dos juros no novo Plano Safra reafirma mudança na agenda do crédito rural


Crédito rural: Agronegócio teme juros mais altos e menos recursos equalizados no novo Plano Safra


Crédito rural: Volume ofertado pelos bancos privados para os produtores rurais aumentou mais de 20%, diz Febraban


Crédito rural: FIAgro vai ampliar e tornar mais acessível recurso privado para o produtor rural

Crédito rural: pesquisa revela quais são as principais dificuldades para o produtor acessar o financiamento agrícola


Captação de crédito rural em fontes não controladas cresce 6% na safra 2020/21


Desbloqueio de recursos subvencionados do Plano Safra depende de votação de Projeto de Lei, afirmam ministérios da Agricultura e da Economia


Crédito rural: títulos verdes avançam como alternativa de financiamento no agronegócio


Bloqueio do Plano Safra atual e aumento de incertezas quanto ao próximo acentuam necessidade de nova agenda para o crédito rural


Crédito rural: BNDES lança nova modalidade de operação destinada a alavancar recursos privados ao agronegócio

Crédito rural: Cortes orçamentários colocam em risco novo Plano Safra, diz Ministério da Economia


Produtor precisa de instrumentos mais modernos para captação de crédito rural, diz FPA


Creditares é selecionada para programa de capacitação e aceleração do Sebrae


Crédito rural: Corte no orçamento da União para o agro ameaça Plano Safra

Captação via Letras de Crédito do Agronegócio cresce 30% no acumulado da safra 2020/21

Ferramentas digitais entregam mais e melhor crédito para o produtor


Crédito rural: Agrofintechs têm grande potencial para financiar o produtor, diz CNA


Crédito rural: produtor, você está atrasado no planejamento da safra 2021/22?

Crédito rural: produtores e produtoras rurais: a trilha para acessar mais e melhor crédito


Crédito rural: próximo Plano Safra vai esbarrar no ajuste fiscal


Crédito rural: Ministério da Agricultura vê como avanço expansão da política de diversificação das fontes de financiamento para o agro


Crédito rural: Demanda do agronegócio é superior ao que é ofertado pelas fontes oficiais, diz CNA


Crédito rural para custeio antecipado beneficia planejamento do produtor

Crédito rural: Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) avançam no custeio da produção


CNA discute prioridades na política agrícola em 2021

Agenda de financiamento do agro é cada vez mais vinculada à captação no mercado privado

Compartilhar:

Mais artigos

Conheça 10 serviços de crédito rural essenciais para impulsionar o agronegócio, facilitados pela Creditares para produtores rurais brasileiros.

10 Serviços de Crédito Rural

Guia Completo: Crédito Rural com a Creditares As linhas de crédito são recursos disponibilizados por instituições financeiras para pessoas físicas ou empresas, na forma de

Explore as estratégias cruciais para gerenciar riscos no agronegócio, protegendo os negócios contra incertezas e maximizando oportunidades.

Gestão de Riscos no Agronegócio

Estratégias e Tecnologia na Gestão de Riscos do Agronegócio Introdução: No cenário do agronegócio, a gestão de riscos é uma peça-chave porque ajuda a garantir